Bem-vindos. Neste blogue, têm lugar textos da autoria de membros da comunidade educativa da Escola Secundária de Vilela e apontamentos diversos sobre livros e literatura.

13
Nov 15

 

Assim se conclui a publicação das quadras que prolongam o poema «Quasi», de Mário de Sá-Carneiro, imiscuindo-se nele para prolongarem as imagens de incompletude que o autor modernista legou à língua portuguesa. O texto de hoje é da Marta Alves, do 9.º VD. Continuação de boas leituras.

 

Quasi tentei fazer,

Sem noção do que foi feito;

Quasi mandei desfazer,

Um pouco mais e parecia perfeito.

 

publicado por escoladeescritores às 13:21

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO