Bem-vindos. Neste blogue, têm lugar textos da autoria de membros da comunidade educativa da Escola Secundária de Vilela e apontamentos diversos sobre livros e literatura.

03
Dez 12

 

Inserimos hoje no nosso blogue a poesia satírica da Inês Melo, do 10.º D, que estabelece um confronto paródico entre a aparência e a essência de uma rapariga. Boas leituras.

 

Ai que bela rapariga que ali vai,

com aquele seu passo confiante,

mas não passa de uma ignorante!

            Ai, que bela rapariga ali vai!

 

Bem aprumada de casa ela sai:

os seus poros respirando burrice,

o que ela diz é só palermice.

            Ai, que bela rapariga ali vai!

 

A barbárie que daquela boca sai!

Não há base que tape tanto saber!

Mas toda a gente a quer conhecer.

            Ai, que bela rapariga ali vai!

publicado por escoladeescritores às 13:00

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO