Bem-vindos. Neste blogue, têm lugar textos da autoria de membros da comunidade educativa da Escola Secundária de Vilela e apontamentos diversos sobre livros e literatura.

06
Dez 11

 

Na sequência do estudo do conto «O menino que escrevia versos», de Mia Couto, levado a cabo na aula de Língua Portuguesa, os alunos do 7.º D foram incitados a pensar sobre o significado do processo de escrita. No nosso blogue, começamos hoje a publicar alguns dos textos assim produzidos. A estreia cabe ao Carlos Marques:

 

Para mim, escrever é olhar o mundo sem fronteiras, levar a minha imaginação até ao impossível, ter uma visão das coisas totalmente diferente do mundo real. É imaginar que posso ter um lugar extremamente louco, o fantástico, e outro extremamente direitinho, o real. Assim, posso ser livre e voar.

publicado por escoladeescritores às 11:46

2 comentários:
Excelentes mundos a explorar pelos carlos Marques, continua...

Na escrita, tal como no sonho, podemos ser livres...
susana nunes a 12 de Dezembro de 2011 às 18:51

é verdade carlinhos... tu também es extremamente negraçado e extremamente exagerado mas eu gosto de ti como és
Regina Barbosa a 15 de Dezembro de 2011 às 16:20

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO