Bem-vindos. Neste blogue, têm lugar textos da autoria de membros da comunidade educativa da Escola Secundária de Vilela e apontamentos diversos sobre livros e literatura.

03
Fev 16

 

Toma hoje a palavra o João Almeida, do 11.º VC, para defender a ciência como um processo evolutivo. Atentemos no que ele tem para nos dizer.

 

Custa-me a acreditar que se defende a ciência como um processo estático, pensamento baseado na crença errada de que tudo o que sabemos está correto, pois certamente a ciência é um processo evolutivo.

A ciência como processo evolutivo revela-se em parte na substituição de teorias. Uma teoria errada é totalmente substituída por uma teoria nova, sendo dada como inútil a primeira, o que aconteceu já em vários casos, como no da teoria geocêntrica, totalmente substituída pela teoria heliocêntrica.

Podemos agora também referir o facto de algumas teorias serem melhoradas, não substituídas por completo, tal como na situação referida acima, mas às quais são acrescentados pormenores, tornando-as temporariamente verídicas, tal como acontece com a teoria da deriva continental, posteriormente melhorada para tectónica de placas.

Podemos assumir, assim, que estes processos distintos garantem como certo que a ciência é um processo de evolução contínua, assegurada pela eterna incerteza do mundo que nos rodeia e da descrição do mesmo pelo outro.

 

João Almeida

publicado por escoladeescritores às 09:51

Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO