Bem-vindos. Neste blogue, têm lugar textos da autoria de membros da comunidade educativa da Escola Secundária de Vilela e apontamentos diversos sobre livros e literatura.

18
Nov 15

 

A partir desta semana, iremos publicar alguns textos de apreciação crítica elaborados por alunos do 11.º ano. O trabalho à volta deste modelo textual foi feito nas aulas de Português, dele resultando a produção de exemplos assaz interessantes, quer pelo assunto escolhido, quer pela qualidade da escrita. Começamos hoje com uma reflexão da Adriana Sousa, do 11.º VD, que se ocupa de uma questão bem premente no nosso quotidiano.

 

Todos os dias nos chegam relatos de acidentes que acontecem nas nossas estradas. As causas são diversas, mas muitos acidentes e mortes poderiam ser evitados se não houvesse o descuido de alguns condutores portugueses.

Em primeiro lugar, cada vez mais se torna recorrente vermos alguém a usar o telemóvel enquanto conduz, ignorando completamente os riscos que provêm desta ação. Podemos comprovar esta tendência através de um relatório da OMS sobre Segurança e Prevenção Rodoviária. Segundo o relatório, os portugueses são os europeus que mais utilizam o telemóvel enquanto conduzem (cerca de 59%). Em segundo lugar, é também frequente ouvirmos notícias de acidentes causados pela condução sob o efeito de álcool. Isto reduz significativamente as capacidades de reação e de alerta dos condutores. De entre 13 países europeus estudados, Portugal é o terceiro em que os automobilistas apresentam maior taxa de álcool.

Concluindo, existem vários acidentes que podem ser evitados se os condutores forem mais prudentes enquanto conduzem, diminuindo assim os riscos de danos que podem causar, não só a si próprios, mas também a outras pessoas.

 

Adriana Sousa

publicado por escoladeescritores às 12:04

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO