Bem-vindos. Neste blogue, têm lugar textos da autoria de membros da comunidade educativa da Escola Secundária de Vilela e apontamentos diversos sobre livros e literatura.

04
Fev 15

 

O sonho que hoje damos a conhecer, a partir do conto «O leitor», de Teolinda Gersão, foi composto pelo Mário Oliveira, do 10.º VC, e envolve as duas estações de metro que aparecem devidamente assinaladas. Trata-se ainda de um texto que se insere na continuidade semântica de um parágrafo e se articularia com o seguinte, como se depreende pelas frases a negrito, provenientes da obra original. Boa leitura.

 

Mas o mordomo verifica que uma cadeira está fora do lugar habitual.

 

(Próxima estação: Pontinha)

 

Houve uma noite em que sonhei com um exército, em cuja pontinha estava alguém fora do lugar. Os comandantes não ficaram indiferentes, pois num colégio militar ensina-se disciplina, rigor, e um mau posicionamento pode comprometer o futuro, pode deixar marcas irreparáveis.

 

(Próxima estação: Colégio Militar)

 

Essa será a primeira ponta solta, a partir da qual Poirot começará a tirar as consequências.

publicado por escoladeescritores às 16:13

Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO